anazechini-rifferama

Apoie o lançamento do primeiro álbum da cantora Anna Zechini

O Rifferama tem o apoio cultural de 30 Por Segundo, Mini Kalzone, DOBERRO, Camerata FlorianópolisLord Whisky Distillery e Bro Cave Pub


Contribua com a campanha de financiamento coletivo do Rifferama no Catarse

A atriz e historiadora da arte Anna Zechini fez a sua estreia como cantora e compositora em 2017, com o EP “Todo um oceano”. Desde então, a vida levou a artista para outros lugares. Natural de Lages, Anna hoje vive em Bogotá, na Colômbia, onde desenvolve um trabalho que mistura a música folk da América Latina com ritmos universais como o pop e o rock. Com outros dois EPs lançados, incluindo um acústico que saiu em fevereiro, a artista agora prepara o seu primeiro álbum completo, “Cassini”. O material traz canções em português e espanhol e conta com a participação de cinco produtores colombianos e um brasileiro, apresentando em um repertório eclético em sonoridades. Uma campanha de financiamento coletivo está em curso (até o dia 14 de setembro) no Catarse para finalizar o disco, que vem sendo realizado de forma independente entre Anna, os músicos envolvidos e o selo independente Ruido Negro Records.

O primeiro single do álbum, “Saturnalia”, foi divulgado na última terça-feira (30). “Cassini” ainda terá outras duas prévias antes de ser liberado nas plataformas digitais, em novembro. Em contato com o Rifferama, Anna falou sobre a diversidade musical desse trabalho, que tem um pé na Serra Catarinense, como a faixa “Estrelas”, gravada na passagem da artista pelo estado neste ano. A canção foi produzida por Ale Lopes (Chalé 8 Studio) e traz a participação de Cristiano Quevedo. Os outros produtores envolvidos são: Jaymont, Janzzel, Diego Tafur, Juan el LLamador e Adán Naranjo. “Cassini” fala sobre as representações mitológicas de Saturno, que é conhecido como o deus do tempo e da colheita.

— Desde 2017 venho trabalhando a minha música e tratando de me entender nesse universo. Sou gestora do meu próprio projeto e tenho aprendido muito. Em 2020, quando estava gravando o acústico, senti que era o momento de pensar em um álbum, já tenho esse chão, então comecei a pensar sobre o que eu queria falar e, casualmente, me dei conta que estava no meu retorno de Saturno, que a vida vem e te cobra o que você fez e não fez, e comecei a pesquisar sobre e a me conectar com isso. Como são seis produtores, “Cassini” está bem diverso. Queria utilizar esse pé que tenho no folk latino-americano, mas que dialogasse com outras coisas. Estive no Brasil agora em 2022 e senti que faltava esse pé na Serra. Quando estive na minha região entendi muita coisa sobre minha, queria levar um pouco do que é a minha terra para esse álbum.


Foto: Nicole Lima

Daniel Silva é jornalista e editor do portal Rifferama, site criado em 2013 para documentar a produção musical de Santa Catarina. Já atuou na área cultural na administração pública, em assessoria de comunicação para bandas/artistas e festivais, na produção de eventos e cobriu shows nacionais e internacionais como repórter de jornal.

Um comentário

  1. Demais muita vibe positiva nesse som !!! Top!!!

DEIXE UM COMENTÁRIO.

Your email address will not be published. Required fields are marked *