jorgecoelho-rifferama

CIC 8:30 recebe show em homenagem ao compositor Jorge Coelho

A primeira edição do CIC 8:30 – Grandes Encontros de 2019 é mais do que especial. Na próxima quarta-feira (24), o compositor Jorge Coelho será homenageado no palco do Teatro Ademir Rosa. No repertório, músicas do álbum “Feitiço das águas”, quarto trabalho autoral do artista natural de Imbituba, mas radicado há décadas em Florianópolis. A arrecadação com a venda dos ingressos do show (R$ 30 inteira e R$ 15 meia entrada) será revertida para a finalização do disco.

Participam do pré-lançamento de “Feitiço das águas” grandes intérpretes e músicos de Florianópolis, como Caio Muniz (piano e direção artística), Leo Garcia (violão), Richard Montano (bateria), Alexandre Damaria (percussão), Leleco Ramos, Terence Martinelli, Carol Brum, Moa Silveira, Pablo Lazarte, Bruna Nogueira e Severo Cruz. Bastante emocionado com a homenagem, Coelho, que atualmente lida com a doença de Parkinson, estará acompanhando o show no CIC.

Além dos álbuns “Paixão açoriana” (1997), “Zimba” (1999) e “Farol dos Naufragados” (2001), Jorge Coelho também gravou em 2007 o disco “Construir cultura”, a convite da presidência do governo dos Açores e, dois anos mais tarde, lançou o livro “Triângulo das Bernunças”, em que conta causos sobre a sua infância e adolescência em Imbituba, Laguna e Floripa.

Nasci em Blumenau, mas fui criado em Biguaçu, cidade em que vivi até os 28 anos: hoje moro em São José. Sou jornalista, me formei na Estácio de Sá e trabalhei no jornal Notícias do Dia, a minha casa entre 2009 e 2016, entre indas e vindas. Escrevia sobre esportes no impresso, mas sou apaixonado por música, a melhor invenção do homem.

DEIXE UM COMENTÁRIO.

Your email address will not be published. Required fields are marked *