conectartesc-rifferama

ConectArteSC divulga música de Chico Martins, do Dazaranha

Apoie o Rifferama no Catarse


O movimento ConectArteSC segue com o objetivo de encontrar soluções para minimizar o prejuízo financeiro dos profissionais da cultura do estado em virtude do Coronavírus (COVID-19). Estima-se que mais de dez mil eventos somente na área da música foram cancelados desde o início da quarentena (17 de março). O coletivo também tem produzido material para reunir as pessoas nesse momento de isolamento social, como é o caso da faixa “Perto do coração”, composição de Chico Martins, guitarrista do Dazaranha.

Lançada no último domingo (29), a música conta com a participação de diversos artistas que integram o movimento – veja a ficha técnica abaixo. “Perto do coração” tem arranjo de Luiz Gustavo Zago, produção de Duda Medeiros e vídeo editado por Fernando Pereira Oliveira, Antonio Rossa e Jorge Daux. A capa do single é de autoria de Mayer Soares. “A música nos une, nos inspira e nos consola, e ela se torna ainda mais importante em momentos como este que estamos vivendo”, afirma o compositor da música, que foi traduzida em libras por Stephanie Vasconcelos, Tom Min Alves e João Gabriel Ferreira.

“Perto do coração”, que traz a raiz roqueira de Chico Martins, é a terceira música lançada pelo ConectArteSC. Os compositores Terence Martinelli e Jean Mafra contribuíram com o blues “Todos juntos” e o samba “Sejamos”, respectivamente. As três faixas foram gravadas de forma coletiva em vídeo e estão disponíveis nas redes sociais e no canal do Youtube do movimento.

Ficha técnica

Chico Martins (composição, voz e guitarra)
Luiz Gustavo Zago (arranjo)
Maurício Gonçalves (órgão hammond)
Baba Junior (baixo)
Ginho Bernardes (bateria)
Binho Manenti (teclado)
Débora Remor da Silva (violino)
Iva Nunes Giracca (violino)
Débora Flemming Bohn (violino)
Mariana Monte Barardi (viola)
Érico Miranda Schmitt (cello)

Arte: Mayer Soares

Nasci em Blumenau, mas fui criado em Biguaçu, cidade em que vivi até os 28 anos: hoje moro em São José. Sou jornalista, me formei na Estácio de Sá e trabalhei no jornal Notícias do Dia, a minha casa entre 2009 e 2016, entre indas e vindas. Escrevia sobre esportes no impresso, mas sou apaixonado por música, a melhor invenção do homem.

DEIXE UM COMENTÁRIO.

Your email address will not be published. Required fields are marked *