IMG_2246

“Estações”, o divisor de águas na vida de Carlinhos Ribeiro

Carlinhos Ribeiro pode se considerar um músico realizado. Membro de projetos de grande relevância em Santa Catarina como Uniclãs, Sarau Afro-açoriano e Música Orgânica, o santista radicado em Porto Belo acaba de lançar o álbum “Estações”, gravado em duo com Robertinho Silva, ícone mundial da percussão. Produzido no estúdio Café Maestro, de Itajaí, o disco traz as participações de Adri Benvenutti, André de Miranda e Cezinha Silva, parceiros de Ribeiro nos grupos citados acima, além do acordeonista Alessandro “Bebê” Kramer.

“Estações”, disponibilizado em todas as plataformas digitais, é totalmente instrumental e foi inspirado nos conceitos da Teoria dos Cinco Elementos (água, fogo, madeira, metal e terra), da medicina tradicional chinesa. Segundo Ribeiro, a música é um canal energético de cura, que tem um poder muito forte de agregação, de fazer o bem e tocar as pessoas. Gravar com Robertinho Silva, de quem é amigo desde 2003, é a realização de um sonho. O objetivo agora é levar esse trabalho Brasil afora e para o exterior.

— Com certeza é um divisor de águas na minha carreira porque é um trabalho em parceria com um ícone de percussão mundial. O Robertinho é uma referência na questão dos ritmos, é uma honra que a vida está me dando, sem dúvidas. A expectativa é poder lançar esse disco em diversos estados e, quem sabe, fora do Brasil também.

Foto: Isadora Manerich

Nasci em Blumenau, mas fui criado em Biguaçu, cidade em que vivi até os 28 anos: hoje moro em São José. Sou jornalista, me formei na Estácio de Sá e trabalhei no jornal Notícias do Dia, a minha casa entre 2009 e 2016, entre indas e vindas. Escrevia sobre esportes no impresso, mas sou apaixonado por música, a melhor invenção do homem.

DEIXE UM COMENTÁRIO.

Your email address will not be published. Required fields are marked *