joanacastanheira-rifferama

Joana Castanheira lança single produzido por Pedro Altério

No dia 13 de agosto, a cantora Joana Castanheira deu um passo importante para deixar de ser aquela participante que encantou os jurados do programa The Voice em 2016. O lançamento do single “Travo”, produzido por Pedro Altério (5 a Seco), consolida o objetivo da catarinense em seguir uma carreira autoral. A música foi apresentada ao vivo pela primeira vez nesta segunda-feira (27), em show no Theatro Net Rio, no Rio de Janeiro.

Com 227 mil seguidores no seu canal no Youtube, Joana gravou mais de 300 vídeos com vlogs e versões para músicas de diversos estilos, somando 14,5 milhões de views. “Travo”, escrita por Paulo Novaes, deve integrar o álbum solo da cantora, que será lançado em 2019 e terá a produção de Altério, que tocou guitarra, baixo, teclado e percussão no single.

Em contato com o Rifferama, Joana Castanheira, que é natural de Florianópolis, contou que a transição do cover para o trabalho autoral já estava acontecendo – a cantora lançou um single em agosto de 2017, “Quando o amor acontece”. Fã do grupo 5 a Seco, a artista destacou a oportunidade de trabalhar com Pedro Altério e falou sobre a concepção do seu primeiro disco.

— É algo que sempre quis e esse momento está sendo importante. Estamos lançando assim, por singles, mas estou gravando um álbum completo. Começamos (a transição) no ano passado, com o lançamento de “Quando o amor acontece” e agora estamos concentrando mais energia nesse processo. Eu conhecia o Pedro sendo fã do 5 a Seco, mas pessoalmente foi a partir de um projeto chamado Sarau MPB, que entrei no ano passado. Ele está produzindo o novo material do Sarau e acabamos criando uma relação muito boa. Ele tem uma sensibilidade incrível e acho que não tinha como chamar outra pessoa para produzir o disco.

Foto: Juliana Colinas

Nasci em Blumenau, mas fui criado em Biguaçu, cidade em que vivi até os 28 anos: hoje moro em São José. Sou jornalista, me formei na Estácio de Sá e trabalhei no jornal Notícias do Dia, a minha casa entre 2009 e 2016, entre indas e vindas. Escrevia sobre esportes no impresso, mas sou apaixonado por música, a melhor invenção do homem.

DEIXE UM COMENTÁRIO.

Your email address will not be published. Required fields are marked *