murilosalazar-rifferama

Murilo Salazar aposta tudo em trabalho solo

A Ratclif encerrou as atividades pouco menos de um ano após o lançamento do álbum “Sinergia”, que saiu em outubro. O vocalista e guitarrista Murilo Salazar agora investe na gravação do seu primeiro EP solo. A produção de “Matéria Solúvel” começou no dia 5 de agosto, no ValveState Studio, e será comandada por Felipe Melo (Templa). O trabalho deve estar em todas as plataformas digitais até dezembro.

O single “Porta Rancor”, liberado em julho, mostra o caminho que Salazar pretende seguir no EP, com uma sonoridade folk “ora minimalista, ora arquitetada”. “Matéria Solúvel” terá outras seis faixas, incluindo “Por Aí”, de Jean Mafra e Felipe Melo. A admiração pela dupla motivou a escolha, segundo o compositor, que terá o apoio de José Neto (baixo) e João Mateus da Rosa (bateria) nas gravações, entre outras participações.

– Desde o “Micro-alegria” que acompanho todo o trampo do Jean. É um rolê pesadíssimo. Existem versões que são bem oito ou 80. “Por aí” tem uma atmosfera monstruosa e é praticamente um hino da música catarinense.  E não são palavras minhas. Fico feliz de poder contribuir com a obra. Será um dos altos dessa empreitada.

“Matéria Solúvel” está sendo planejado há dois anos, em paralelo ao trabalho com a Ratclif e com as viagens e os shows do projeto Frabin. Salazar também já se apresentou com a própria Templa, que está toda envolvida na preparação do EP. A expectativa do músico é entregar um disco com “100% de aproveitamento”, tanto na questão artística quanto na parte técnica.

– Essa é a minha melhor aposta, é o trabalho da minha vida. Estou investindo em todas as vertentes que a palavra possa se encaixar. Tenho de cuidar bem dessa parte da qualidade de gravação, pois as apresentações serão escassas para além do show de lançamento. O EP vai ficar bem nos limites da ‘WWW’. E vai ficar bonito. Estou botando fé e suor para isso.

Foto: Maurício Marques

Nasci em Blumenau, mas fui criado em Biguaçu, cidade em que vivi até os 28 anos: hoje moro em São José. Sou jornalista, me formei na Estácio de Sá e trabalhei no jornal Notícias do Dia, a minha casa entre 2009 e 2016, entre indas e vindas. Escrevia sobre esportes no impresso, mas sou apaixonado por música, a melhor invenção do homem.

DEIXE UM COMENTÁRIO.

Your email address will not be published. Required fields are marked *