guilhermefranzoi-rifferama

O melhor dia de todos ainda está por vir para Guilherme Franzói

Guilherme Franzói lança o seu primeiro disco, “Hoje é o melhor dia de todos até hoje”, entre os seus. Nesta sexta-feira (13), o músico sobe no palco do Anfiteatro Leda Regina de Souza, em Tijucas, para tocar as canções do álbum, que foi gravado entre março e maio deste ano em estúdios de Florianópolis, Itajaí e Tijucas, e já está disponível para audição nas principais plataformas de streaming. Os ingressos custam R$ 20 (antecipado) ou R$ 25 na hora do show, marcado para as 20h. Ambos dão direito a um CD.

A produção do seu trabalho de estreia foi possível graças a um campanha bem sucedida no Catarse, que arrecadou R$ 23 mil para cobrir todas as despesas. “Hoje é o melhor dia de todos até hoje” tem o mestre Cezinha Silva (Uniclãs, Música Orgânica e Sarau Afro-açoriano) no baixo e Luciano Dunga na bateria. O disco conta com diversas participações, com destaque para “Deixa amanhecer”, parceria com o poeta Thiago Furtado que ganhou o acordeon do premiado Bruno Moritz.

Antes de despertar para o som autoral, Franzói se formou em Licenciatura em Música pela Univali, estudou violão com Ricardo Pauletti e guitarra com Leandro Fortes e Ozeias Rodrigues. O compositor também se envolveu com o folclore regional e hoje atua como professor de musicalização infantil, ensinando flauta doce, percussão, guitarra, violão e canto. O artista tijucano também é maestro do Coral Anjos Luz Portobello.

Com o álbum de estreia, Franzói reuniu um repertório consistente, que surpreende pela variação e qualidade. É possível encaixar o músico na categoria MPB, mas definir é limitar, não é mesmo? “Hoje é o melhor dia de todos até hoje” traz canções com outras cores, como a blueseira “O caminho do amor” e a pegada rock de “O teu futuro sou eu”, uma das melhores desse trabalho, que o enche de orgulho.

— Esse é um momento especial pra mim. É a hora de marcar oficialmente o lançamento do meu primeiro trabalho que está me orgulhando muito. Chegamos no som que pretendíamos, principalmente o baixo e a bateria, que se destacaram bastante, estão com um timbre bem bonito. As pessoas estão me dando um feedback muito positivo e espero que cantem comigo nesta sexta-feira. A ideia agora é pegar a estrada para divulgar ele no Brasil inteiro.

Foto: Emerson Leal

Nasci em Blumenau, mas fui criado em Biguaçu, cidade em que vivi até os 28 anos: hoje moro em São José. Sou jornalista, me formei na Estácio de Sá e trabalhei no jornal Notícias do Dia, a minha casa entre 2009 e 2016, entre indas e vindas. Escrevia sobre esportes no impresso, mas sou apaixonado por música, a melhor invenção do homem.

Um comentário

  1. Uhulll! Coisa linda!

    Valeu irmão!

DEIXE UM COMENTÁRIO.

Your email address will not be published. Required fields are marked *