pestilence-rifferama

Pestilence (HOL) faz show em Pomerode neste sábado (14)

Os fãs de metal extremo de Santa Catarina terão a oportunidade de assistir uma lenda ao vivo neste sábado (14), no Wox Club, em Pomerode. A Pestilence (HOL), um dos maiores expoentes do death metal europeu, se apresenta ao lado dos belgas da Carnation e três bandas de abertura: Viletale (Blumenau), Cerebral Cannibal (Indaial) e They Come Crawling (Criciúma). Os ingressos estão no terceiro lote, a R$ 60, e podem ser adquiridos no site Appticket. As portas da casa abrem às 18h.

A Viletale será a anfitriã da noite, às 19h. Com pouco mais de dois anos de formação, o quarteto de Blumenau, que dividiu o palco com o Mortuorial Eclipse (ARG), está ansioso para abrir para grande nome do metal. Apesar do pouco tempo de estrada, o grupo tem três EPs lançados e está gravando um álbum – previsto para sair no segundo semestre. Em contato com o Rifferama, o guitarrista Alan Ricardo falou sobre a expectativa para o show e sobre a proposta da Viletale.

– Estamos alcançando marcos importantes para a banda, como essa oportunidade de abrir para bandas internacionais. Fizemos um setlist “sangue nos olhos” para quem for assistir não sair ileso. Usamos referências reais para contar a história das músicas, assim como em “Splatterhouse”, que tem como inspiração a história de Edmund Kemper, contada da forma mais grotesca possível. Essa é a proposta da Viletale, ser uma banda de horror e fazer o público se sentir horrorizado com as histórias retratadas nas composições.

Nasci em Blumenau, mas fui criado em Biguaçu, cidade em que vivi até os 28 anos: hoje moro em São José. Sou jornalista, me formei na Estácio de Sá e trabalhei no jornal Notícias do Dia, a minha casa entre 2009 e 2016, entre indas e vindas. Escrevia sobre esportes no impresso, mas sou apaixonado por música, a melhor invenção do homem.

DEIXE UM COMENTÁRIO.

Your email address will not be published. Required fields are marked *