17492435_1416020625124209_4739914611923230765_o

Jornalista produz documentário sobre o novo Dazaranha

Foto: Leco Barreto

O jornalista Marcelo Cabral, o Mancha, produziu um documentário para comemorar os 25 anos do Dazaranha. A sacada de “Soul da Caixa d’Água” foi, em vez de apenas contar a história da banda, o material foca na nova fase da banda, com Moriel Costa e Chico Martins dividindo os vocais. O vídeo traz imagens de um show no John Bull e depoimentos dos integrantes sobre as músicas, com curiosidades valiosas para os fãs.

Contemporâneo do grupo, Mancha, que é baixista e vocalista do Eutha, que também completa 25 anos em 2017, é amigo dos membros do Daza e um profundo conhecedor da trajetória da banda, o que fez toda a diferença no resultado final. Muita gente não sabe, mas o baterista J.C. Basañez foi um dos fundadores da então Euthanásia, um dos grandes nomes do hardcore de Santa Catarina.

A exemplo da primeira edição do Palco Célula, o documentário foi gravado antes do lançamento do disco “Afinar as Rezas”. A carreira do Dazaranha rendeu outros trabalhos semelhantes, mas nenhum deles retrata melhor a banda como “Soul da Caixa d’Água”, que te transporta para dentro de um show dos caras. A paixão dos fãs continua a mesma e a felicidade estampada no rosto dos integrantes é o melhor presente que eles poderiam receber.

Nasci em Blumenau, mas fui criado em Biguaçu, cidade em que vivi até os 28 anos: hoje moro em São José. Sou jornalista, me formei na Estácio de Sá e trabalhei no jornal Notícias do Dia, a minha casa entre 2009 e 2016, entre indas e vindas. Escrevia sobre esportes no impresso, mas sou apaixonado por música, a melhor invenção do homem.

Um comentário

  1. Muito legal, altos show.

DEIXE UM COMENTÁRIO.

Your email address will not be published. Required fields are marked *