mayersoares-rifferama

(Re)Descobertas da quarentena: Mayer Soares (banda UmQuarto)

Apoie o Rifferama no Catarse


Siga a playlist (Re)Descobertas da quarentena no Spotify


Após três anos trabalhando a sua identidade como artista solo em Florianópolis, com um EP e dois singles gravados, o músico Mayer Soares decidiu oficializar a banda que o acompanha como uma banda mesmo. Com o lançamento do single “Feedback Reverb”, em agosto, surgiu a UmQuarto: Mayer Soares na voz, no baixo, na guitarra e nos teclados, Thiago Mordentte e Chico Badalotti nas guitarras e Henrique Recidive na bateria. Novos trabalhos, tanto solo quanto em grupo, estão sendo produzidos no momento.


Altin Gün – Gece (2019)

Banda da Holanda com descendentes turcos que tocam o rock anatólio. Eu não sabia da existência desse estilo até conhecer essa banda. Música anatólia é a música tradicional turca com mais de mil anos de tradição, e a mistura com o rock progressivo deu vida ao rock anatólio. Cantando em turco e misturando a levada milenar dessa tradição com progressivo, é um dos meus discos preferidos. Destaque para a faixa “Anlatmam Derdimi”, que tem um dos refrães mais bonitos que já ouvi.


Songhoy Blues – Résistance (2017)

Pra mim uma das coisas mais bonitas da arte é associar o trabalho do artista com o fundo histórico que está inserido. E que história tem Songhoy Blues. Banda de desert blues em Mali. Os integrantes tocavam blues e rock no norte do país quando precisaram fugir para o sul por causa de guerra civil e perseguição religiosa e continuar a tocar o seu som. O desert blues é uma das raízes do blues norte-americano e é incrível o som que Songhoy Blues faz, trazendo respiro e modernidade a um estilo tão antigo.


Ukandanz – Awo (2016)

Quebrar a barreira linguística do português e inglês nos possibilita a encontrar verdadeira jóias. E Ukandanz é uma das prediletas. Banda de progressivo da Etiópia, é um verdadeiro achado com uma mistura pesada de guitarras, instrumentos de sopro e língua nativa que tornam o som muito interessante. O disco “Awo”, de 2016, é um dos trabalhos de minhas descobertas que tenho mais ouvido tamanha a riqueza de mistura que tem ali.


Bônus: UmQuarto – Feedback Reverb

Foto: Roberta Pedro

Nasci em Blumenau, mas fui criado em Biguaçu, cidade em que vivi até os 28 anos: hoje moro em São José. Sou jornalista, me formei na Estácio de Sá e trabalhei no jornal Notícias do Dia, a minha casa entre 2009 e 2016, entre indas e vindas. Escrevia sobre esportes no impresso, mas sou apaixonado por música, a melhor invenção do homem.

DEIXE UM COMENTÁRIO.

Your email address will not be published. Required fields are marked *