capim-rifferama

Capim: Dos verdes do Vale do Itajaí para o seu coração

Luminoso (voz e violão) e Didi Maçaneiro (voz e percussão) se apresentam juntos há quase dez anos nas noites de Brusque e região, mas só em 2017 a dupla começou a preparar um repertório autoral. No último domingo (10), o duo, batizado de Capim, lançou o primeiro single, “Minha oração”, que ganhou um belíssimo clipe gravado no teatro do CESCB, com direção de José Luiz Day.

O estalo para iniciar o projeto, segundo Luminoso contou ao Rifferama, se deu no momento em que viu uma foto de 1983 do Expresso Rural. A sonoridade é inspirada na ruralidade do Vale do Itajaí, principalmente nos bairros Zantão e Paciência, lugares especiais para a dupla. “Minha oração” foi produzida pelo guitarrista André Whoong, que trabalha com a artista Tiê.

Poucos dias antes de lançar o single, o duo precisou mudar de nome após ser contatado de uma banda de São Paulo que também se chamava Capim Santo. Nada que abale a confiança da dupla. “Gosto mais de Capim”, afirma Luminoso, que vem se emocionando com a troca que está ocorrendo com o público nos shows.

– Guardei a foto e fiquei pensando com quem eu poderia criar um projeto como o deles em 2017, que falasse de amor, mato e natureza, rodeado por muito violão e muita voz. Pensei um monte e não tinha percebido que ao meu lado há quase dez anos estava o parceiro perfeito para essa empreitada. O Didi Maçaneiro é dono de uma musicalidade ímpar, uma habilidade vocal maravilhosa e tem as suas raízes totalmente ligadas à música rural brasileira. Desde a concepção do projeto fizemos cinco shows que nos deram um feedback positivo. As músicas que temos tanto carinho e que nos tocam profundamente também estão emocionando as pessoas por onde passamos. Saímos do nosso show tão bem que queremos que as pessoas sintam o mesmo, acessem esta emoção que nos cura, faz bem e que quase sempre fica escondida dentro de nós. Acho que a frase que estamos buscando é “se permitir”. Se permitir ao som, às emoções e a si mesmo.

Foto: Rafa Santos

Nasci em Blumenau, mas fui criado em Biguaçu, cidade em que vivi até os 28 anos: hoje moro em São José. Sou jornalista, me formei na Estácio de Sá e trabalhei no jornal Notícias do Dia, a minha casa entre 2009 e 2016, entre indas e vindas. Escrevia sobre esportes no impresso, mas sou apaixonado por música, a melhor invenção do homem.

2 Comentários

  1. […] (voz, violão e composições) e Didi Maçaneiro (voz) começaram de forma tímida com o single “Minha oração”, lançado com clipe em dezembro de 2017. Encantadora, a música deixou o público na expectativa […]

  2. […] Roots Corporation, O Mundo Analógico (foto), Sarau Afro-açoriano, Capim, Somaa, Etílicos e Sedentos, Muñoz, Stella Folks e Tackleberry Lounge Local: Beira Mar de […]

DEIXE UM COMENTÁRIO.

Your email address will not be published. Required fields are marked *