restinchaos-rifferama

Ouça a pedrada “Look at Me”, novo single da Rest In Chaos

Após uma estreia de alto nível com o EP “Worship Machines”, lançado em maio do ano passado, a Rest In Chaos sentiu a necessidade de lapidar ainda mais a sua sonoridade, que pode ser classificada como thrashcore. Na última sexta-feira (29 de junho), o quarteto de Florianópolis lançou o novo single “Look at Me”, que foi gravado no estúdio do grupo, o Undercave, e mixado e masterizado por Adair Daufembach nos Estados Unidos.

Os membros da Rest In Chaos são bastante conhecidos no underground catarinense e tocaram juntos em outras bandas. Juliano dos Santos (guitarra) e Dree (baixo) fizeram parte da Encore na última década. Alguns anos depois, a dupla se reuniu com Marlon Joy (bateria) na Descarrego, que abriu o show do Biohazard em 2013 na Capital. O baterista ainda teve uma passagem pelo Eutha e integra o Homicide. E Gustavo Novloski também é vocalista da Deadpan.

A pedido do Rifferama, o guitarrista Juliano do Santos falou sobre “Look at Me” e a oportunidade de trabalhar com Adair Daufembach. Segundo o músico, o single trata da carência das pessoas demonstrada nas redes sociais, como se a felicidade fosse medida por curtidas. Sobre o novo trabalho, a Rest In Chaos não poderia estar mais satisfeita com o resultado.

– O choque foi grande, ficamos sem ter o que falar. Quando enviamos o material ficávamos tentando adivinhar o que viria, ouvíamos Project46 para tentar entender o que estava por vir. O que surpreendeu foi justamente a diferença entre tudo que imaginávamos. O Adair é um cara extremamente profissional, muito exigente, isso nos incentivou a fazer o máximo. E o resultado foi esse.

Foto: Nefhar Borck

Nasci em Blumenau, mas fui criado em Biguaçu, cidade em que vivi até os 28 anos: hoje moro em São José. Sou jornalista, me formei na Estácio de Sá e trabalhei no jornal Notícias do Dia, a minha casa entre 2009 e 2016, entre indas e vindas. Escrevia sobre esportes no impresso, mas sou apaixonado por música, a melhor invenção do homem.

DEIXE UM COMENTÁRIO.

Your email address will not be published. Required fields are marked *