lançamentosde2023-rifferama

Ouça todos os trabalhos lançados em 2023 em Santa Catarina

O Rifferama tem o apoio cultural de 30 Por Segundo, Mini Kalzone, Camerata Florianópolis e Biguanet Informática


Contribua com a campanha de financiamento coletivo do Rifferama no Catarse

O Rifferama começou a catalogar (no sentido de quantificar) a produção autoral do estado em 2018, mas a conta trazia apenas álbuns e EPs — foram 175 no total. No ano seguinte incluímos os singles e tivemos mais de 600 trabalhos registrados. Em 2020, no auge da pandemia da COVID-19, batemos a marca dos mil lançamentos. Dos mais de 1300 trabalhos publicados em 2021 fomos para quase 1500 no ano passado. O portal segue cadastrando a música feita em Santa Catarina e até o momento temos 78 lançamentos, entre álbuns, singles e EPs. Este post será atualizado semanalmente e é colaborativo. Faltou algum nome? Envie o link nos comentários.

Arte: Mayer Soares


Álbuns (5)

Beca Schmitt (Biguaçu, instrumental) — “Counts of Imagination and Misery”

Hisssarlion (Guaramirim, black metal) — “The Serpent’s Lament”

Mais Uma (Florianópolis, pop) — “Rosa do deserto”

Quazimorto (Florianópolis, rock) — “Nostalgia Punch”

Ramatís (Joinville, música brasileira) — “Ontem hoje era amanhã”


EPs (6)

Acidental (Blumenau, folk) — “Objetos acústicos”

Daniel Arena (Florianópolis, folk) — “Io”

Fata Morgana (Florianópolis, hardcore) — “Fata Morgana”

Grupo Sem Abuso (Balneário Camboriú, pagode) — “Sem Abuso no Vai Tê Samba Ao Vivo, Vol. 1 (Praia Brava)”

Lóca (Blumenau, música brasileira) — “6, 7, 8”

Morning Storm (Blumenau, stoner/metal) — “Failed Attempt to do Something Good”


Singles (68)

Adelmo Linhares (Blumenau, pop/rock) — “Montevideo”

A Few Days In Dark (Joinville, metalcore) — “Betrayers”

Angatu & Pedro Angi (Florianópolis, reggae) — “Aquele luar”

Area Forty Seven (Balneário Camboriú, metal) — “Lockdown”

Armada85 (Florianópolis, metalcore) — “De mãos atadas”

Augusto Gallon (Xanxerê, pop) — “Calma”

Banda Sigma (Dona Emma, rock) — “Nosso amigo Vini”

Blckowt (Araranguá, rap) — “Ela quer”

Capitaum Floripa (Florianópolis, rock) — “Capitaum Floripa”

Cesto Empírico (Florianópolis, música brasileira) — “Ferreiro’s Home”

Cicatrice (Florianópolis, rock) — “Chasing Days”

Diego Stecanela (São José, música brasileira) — “Maral”

Dikai & Mc Delux (Araranguá/Mogi das Cruzes, funk) — “Esse ano eu vou mudar”

Dikai & Mc Delux (Araranguá/Mogi das Cruzes, funk) — “Se tu não quer, passa a vez”

Epifania (Florianópolis, rock) — “Epifania”

Expresso Rural (Florianópolis, rock) — “Paraíso”

Finkler (Chapecó, folk) — “A sacada”

Gambitos (Florianópolis, marchinha de carnaval) — “Hercílio Luz”

Hey Jhon (Florianópolis, pop/rock) — “Meu problema”

hngT (Brusque, eletrônico) — “Endless Paradox”

hngT (Brusque, eletrônico) — “Unconscious”

Jade Baraldo (Brusque, pop) — “Sei lá”

João Gabriel Rosa (Lages, instrumental) — “Pareja”

João nas Nuvens (Chapecó, folk) — “Sobre a gravidade”

Kandy MC (Criciúma, rap) — “Camisa 9”

Katherine Funke & Jeancarlo Reeck (Joinville, folk) — “Quanto tempo faz”

Lalo Oliveira (Florianópolis, punk rock) — “Promessa”

Laura Tereza (Chapecó, folk) — “Antes de partir”

LILIAN (Lauro Müller, música brasileira) — “Ser o que é”

Lindsay Müller (Florianópolis, pop) — “We Just Met”

Maison Freitas (Balneário Camboriú, folk) — “Razões para viver”

Makalister (São José, rap) — “Filhos”

Maloka Nunes & Patricio Sid (Itajaí/Balneário Camboriú, pop) — “Cactos (Nocaute”

Mano Mizz (Brusque, rap) — “Sem freio”

Marcelo Duani (Florianópolis, música brasileira) — “Farol”

Maria Beraldo (Florianópolis, pop) — “TRUCO”

Matheus Bahls (Florianópolis, rap) — “Cão de briga”

MC Cosmar FS (Tubarão, funk) — “A putaria vai rolar”

MC CR (Florianópolis, rap) — “Lucrando”

MC Durrony & Dikai (Rio de Janeiro/Araranguá, funk) — “Puxo o teu cabelin”

MC Eros do Litoral (Florianópolis, rap) — “Balenciaga”

MC Eros do Litoral (Florianópolis, funk) — “Gostosa do Privacy”

MC Eros do Litoral (Florianópolis, rap) — “Zero amor / Sobe a placa”

MC Matos (Florianópolis, funk) — “Cafajeste”

MC Tinga (Tubarão, rap) — “Sonhador”

Nando Les Paul (Florianópolis, rock) — “I’ve Got the View”

Nando Pessoa (Brusque, folk) — “Hoje eu quero só você”

Nando Reis & Jade Baraldo (São Paulo/Brusque, pop) — “A fila”

Niggazoid (Florianópolis, rap) — “Milão”

Pachorra (Florianópolis, hardcore) — “Ité”

Patricio Sid (Balneário Camboriú, pop) — “Amor de fogo”

Paulo Ohana, Mateus Romero e LUMANZIN (São Paulo/Florianópolis, música brasileira) — “Gêmeos e sagitário”

Pogo Zero Zero (Florianópolis, hardcore/crossover) — “Tiro na cara de Cristo”

Primeiro Deck (Itajaí, reggae) — “Sua luz”

Raio G8 & Dirtyirie (Florianópolis, rap) — “No Massaje”

Roger Menn, Márcio Pazin e Copans (São Paulo/Chapecó, música brasileira) — “Pêra na fruteira”

Shadau (Florianópolis, rap) — “Café com a alma”

Stone Wizards (Balneário Camboriú, stoner/metal) — “Worship Your Soul”

Talles Corrêa & JUNE (Florianópolis, pop) — “Para tudo!”

Tuane Rocha (Florianópolis, sertanejo) — “Segunda opção”

Valdir Cechinel Filho (Itajaí, folk) — “Essa tal felicidade”

Vitinhow Beats (Florianópolis, instrumental) — “Lonely”

Vito Lorenzoni, Cristian Faig e Gustavo Surian (Florianópolis, instrumental) — “Carapanã”

Vitor Soltau & Paulo Novaes (Itajaí/São Paulo, pop) — “Atalaia”

Wadada (Florianópolis, reggae) — “Monte Zion”

ZAKA & DJ Richa (Palhoça, rap) — “Sou vitorioso”

Zé Tedesco (Florianópolis, folk) — “Hoje eu acordei meio”

Daniel Silva é jornalista e editor do portal Rifferama, site criado em 2013 para documentar a produção musical de Santa Catarina. Já atuou na área cultural na administração pública, em assessoria de comunicação para bandas/artistas e festivais, na produção de eventos e cobriu shows nacionais e internacionais como repórter de jornal.

Um comentário

  1. Olá, me chamo Sau, lancei primeiro single ano passado pela onerpm e dia primeiro do ano lancei um ao vivo para registrar minha passem pelo universo blues. Depois de varios anos trilhar o caminho da guitarra, tocando com varias bandas dentre elas com destaque na Urublues, Riverside Blues. Como sou brasileiro e gisto de fazer música me arrisco então a produzir músicas que o coração manda com parcerias e solo. Ficarei feliz se caso entrar para lista de lancamentos.
    Parabens pelo trabalho e sempre em frente!
    Att
    Sau Pinheiro
    https://open.spotify.com/artist/1qQyXgjI3Le8qkdhQOwtis?si=K_1uVjgyTG2W8RCCr3Jocw

DEIXE UM COMENTÁRIO.

Your email address will not be published. Required fields are marked *