cadaverina

Cadaverina reúne promessa e veteranos do metal catarinense

Com pouco mais de dois anos de atividade, a Scream Metal Produções se tornou referência na promoção de eventos de música extrema na Grande Florianópolis. Além do festival próprio, que já teve três edições, a produtora realiza shows em outros formatos, como a vinda o Torture Squad, e a Cadaverina, nova aposta do organizador Ed Machado. Pela primeira vez no BECO, em São José, a Scream Metal traz Isfet e Posthumous no dia 12 de janeiro (sábado) para comprovar a força do metal catarinense. Os ingressos estão sendo vendidos a R$ 15, no Sympla, ou na Roots Records.

De Criciúma, a Posthumous é uma das bandas de Santa Catarina mais antigas da cena. Formada em 1993, o grupo lançou todos os seus trabalhos nos anos 90: as demos “Posthumous” (1994) e “Lust Upon the Altars of Blasphemy” (1997), e o álbum “My Eyes, They Bleed” (1999), um clássico do underground catarinense, que saiu pela Evil Horde Records. A Posthumous também participou do tributo ao Sarcófago organizado pela Cogumelo em 2001. Atualmente, o quinteto conta com três novos integrantes, incluindo o baixista E. Nargoth, da Somberland.

A Isfet é uma das grandes surpresas do metal no estado. Com apenas quatro anos de estrada, o quarteto de Florianópolis já conta com um EP e um disco gravados. “Shards From a Formless Past”, de 2017, impressiona pela maturidade, um registro de black metal para nenhum fã do estilo colocar defeito – agressivo, complexo e angustiante, como manda o figurino. O profissionalismo é visível desde a capa: a logo foi desenhada pelo artista que criou a identidade visual das gigantes Emperor e Enthroned.

Nasci em Blumenau, mas fui criado em Biguaçu, cidade em que vivi até os 28 anos: hoje moro em São José. Sou jornalista, me formei na Estácio de Sá e trabalhei no jornal Notícias do Dia, a minha casa entre 2009 e 2016, entre indas e vindas. Escrevia sobre esportes no impresso, mas sou apaixonado por música, a melhor invenção do homem.

Um comentário

  1. Muito obrigado, Rifferama!

DEIXE UM COMENTÁRIO.

Your email address will not be published. Required fields are marked *