sarava-rifferama

Festivalzinho Saravá se despede da Casa de Noca no domingo (3)

Desde que anunciou o encerramento das suas atividades, em abril, a Casa de Noca vem recebendo uma série de eventos de despedida. Todas as festas que acabaram virando clássicas entre os frequentadores do espaço estão acontecendo para o público poder celebrar o rolê. Neste domingo (3) será a vez da galera da Saravá Produções dar o último ar da graça com um “festivalzinho” mais que especial: La Leuca, Cobalt Blue, Muñoz e Irmão Victor (RS), com ingressos antecipados a R$ 10 no Sympla e com direito a uma caipirinha na entrada.

O duo dos irmãos Fontoura entrou de última hora no cast com a impossibilidade de o My Magical Glowing Lens (ES) não poder se apresentar por problemas de saúde de um dos integrantes. Grande força do stoner local, o Muñoz tem dois álbuns lançados e já dividiu o palco com bandas internacionais como Kadavar (Alemanha), Radio Moscow (Estados Unidos), Truckfighters (Suécia), Mars Red Sky (França) e Vintage Caravan (Islândia).

Com poucos meses de formação, a La Leuca já pode ser considerada a grande novidade na cena musical de Florianópolis em 2018. As meninas estão criando uma base de fãs com o seu som experimental e viajante e devem liberar nas próximas semanas o primeiro EP, “Dente de Leite”, que foi gravado no Calamar Sounds e produzido por Júlio Miotto, da Cobalt Blue, que também se apresenta no Festivalzinho.

O primeiro álbum da Cobalt Blue, “Stop Momentum”, de 2017, colocou o grupo entre os grandes nomes do rock psicodélico e progressivo do país. O disco foi eleito um dos melhores trabalhos do ano pelo Rifferama e recebeu críticas respeitosas no Prog Archives, portal que reúne os maiores especialistas no estilo de todo o mundo. A banda também abriu a turnê brasileira do Stoned Jesus (Ucrânia).

Nasci em Blumenau, mas fui criado em Biguaçu, cidade em que vivi até os 28 anos: hoje moro em São José. Sou jornalista, me formei na Estácio de Sá e trabalhei no jornal Notícias do Dia, a minha casa entre 2009 e 2016, entre indas e vindas. Escrevia sobre esportes no impresso, mas sou apaixonado por música, a melhor invenção do homem.

DEIXE UM COMENTÁRIO.

Your email address will not be published. Required fields are marked *