menagesofa

Menage lança EP “Esperança é a única que morre” na Bro Cave

Bruno Andrade (voz e guitarra) e Mariel Maciel (bateria, ex-Napkin) integraram uma das bandas mais originais de Florianópolis: a Somato. Quando a vocalista Gloria Goulart e o violonista Claudio Garcia foram morar na Alemanha, o grupo tentou seguir em frente com outros músicos por um tempo, mas depois encerrou as atividades. A dupla, então, formou a Menage, com outra proposta. Cinco anos depois, o trio completado por Michelle Mendez (baixo, Petit Mort), lança o EP “A esperança é a única que morre”, em show neste sábado (15), no Bro Cave Pub, ao lado da Adorável Clichê, de Blumenau.

O material foi gravado em dois estúdios (Magic Place e OSSIA – Centro Musical), produzido e mixado por Alwin Monteiro e masterizado em São Paulo por Carlos Freitas. “A esperança é a única que morre” traz quatro músicas: duas ganharam videoclipes – “Secret” e “Countdown”, que tem a participação da cantora Natália Noronha (Plutão Já Foi Planeta). O vocalista Felipe Machado, da Magnólia, divide o microfone com Bruno Andrade em “Ex-Machina”. O EP ainda conta com “Lillies”, faixa da época da primeira formação da banda.

O som da Menage em nada lembra o caldeirão de influências da Somato, que misturava o folk latino-americano, chanson, música erudita e MPB. O trio faz um rock vigoroso, com riffs simples e pesados, ótimos vocais e uma cozinha precisa. As referências que aparecem durante a audição são as bandas da última década, como Queens of the Stone Age e Muse. “A esperança é a única que morre” é uma pedrada. Baita trabalho.


2018 pode ser considerado o ano divisor de águas para a Adorável Clichê. Com o lançamento do disco “O que existe dentro de mim”, pela Nuzzy Records, a banda recebeu críticas positivas nos principais sites especializados do país. E mais, o CD rendeu duas indicações na lista dos melhores do ano da Red Bull: 37º na categoria álbuns e 15º na categoria música com “Traços”, desbancando nomes como Elza Soares, Lenine, Baco Exu do Blues, Erasmo Carlos, Alice Caymi, entre outros. A sonoridade do grupo é uma mistura de dream pop, com post-rock e o alternativo dos anos 90, com letras escritas em português pela vocalista Gabrielle Philippi.

Foto Menage: Mandy Justo

Nasci em Blumenau, mas fui criado em Biguaçu, cidade em que vivi até os 28 anos: hoje moro em São José. Sou jornalista, me formei na Estácio de Sá e trabalhei no jornal Notícias do Dia, a minha casa entre 2009 e 2016, entre indas e vindas. Escrevia sobre esportes no impresso, mas sou apaixonado por música, a melhor invenção do homem.

Um comentário

  1. Maravilha, quebra tudo!

DEIXE UM COMENTÁRIO.

Your email address will not be published. Required fields are marked *