vicentepiacentini

A positividade, o surfe e o som de Vicente Piacentini

O compositor Vicente Piacentini tem duas paixões: o surfe e a música. No seu álbum solo, “Suave”, lançado em maio deste ano, o manezinho deixa (um pouco) de lado a guitarra para apostar no violão e no ukulele. A sonoridade é um pouco diferente do disco “Surf & Som”, do Damadera, mas traz a mesma positividade e inspiração – o mar.

Piacentini lançou em 16 de agosto o clipe para “Alma forte”, composição de Léo Vieira, que divide os vocais e também participa do vídeo produzido e editado por Marcelo Mancha. As imagens são de Rafael Censi. O violinista Bruno Jacomel, da Camerata Florianópolis e companheiro de Damadera, empresta o seu talento para a faixa, que é um dos pontos altos do trabalho.

“Suave” foi gravado, mixado e masterizado no Estúdio Pimenta do Reino por Rafael Pfleger, que também tocou baixo em algumas músicas. O álbum conta com diversas participações especiais, incluindo Moriel Costa (Dazaranha) em “Vem do céu”, o baterista Henrique Soares, do Damadera, o baixista Andrey Riley, e o produtor Marcio Pimenta, responsável pelos solos de guitarra de “Preamar”.

Foto: Rafael Censi

Nasci em Blumenau, mas fui criado em Biguaçu, cidade em que vivi até os 28 anos: hoje moro em São José. Sou jornalista, me formei na Estácio de Sá e trabalhei no jornal Notícias do Dia, a minha casa entre 2009 e 2016, entre indas e vindas. Escrevia sobre esportes no impresso, mas sou apaixonado por música, a melhor invenção do homem.

Um comentário

  1. Vicente e Léo são dois dos caras mais alto astral da música de Floripa, o clipe transparece isso, que massa!

DEIXE UM COMENTÁRIO.

Your email address will not be published. Required fields are marked *