napkin-rifferama

Napkin lança novo single e projeta ano de muito trabalho

Dentre as bandas catarinenses, a Napkin certamente foi uma das que mais avançou em 2018. O duo de Joinville, formado por Natana Alvarenga (voz e guitarra) e Kimberly Neves (teclado e vocais), participou do João Rock, um dos maiores festivais do país, foi indicada ao 6º Prêmio da Música Catarinense, e produziu muito material, incluindo a gravação do single “Heart Fallen”, lançado no dia 25 de janeiro deste ano.

A música, que integra a coletânea Catarina Rockstar 2019, foi uma das três inéditas apresentadas pela banda no AudioArena Originals (com “Fireline” e “What R We Waiting4”?), outro marco na trajetória do grupo. “Heart Fallen” foi registrada no estúdio Pimenta do Reino, em Florianópolis, e produzida por Rafael Pfleger. Participaram da sessão o baixista Paulo Cesar Nunes Junior e o baterista Jacques Blasetti.

“Heart Fallen” é o quinto single lançado pela Napkin, que conta, também, com outros dois EPs na sua discografia: “Someday, Maybe”, de 2014, e “EP? OK!”, que saiu em 2016. No ano passado, a dupla inovou com a faixa “Stand Still”, uma colaboração que mistura indie rock com rap (Gabriel Caminha, o Cvminhv) e música eletrônica (DJ Kalfels). Segundo Natana, este ano promete.

— Temos um projeto aprovado pela Lei Rouanet que está em fase de captação, então estamos à procura de empresas e pessoas para entrar nessa com a gente. Teremos muito trabalho ao longo desse ano e do próximo: produzir uma ópera-rock, um show multimídia, com repertório autoral para fazer parte do nosso primeiro álbum, também, e realizar uma turnê de circulação nacional combinando diversas expressões artísticas: um projeto de vanguarda no cenário artístico-musical brasileiro. E estamos trabalhando em um formato acústico que, possivelmente, sairá algo neste semestre ainda.

Foto: Debora Mattos

Nasci em Blumenau, mas fui criado em Biguaçu, cidade em que vivi até os 28 anos: hoje moro em São José. Sou jornalista, me formei na Estácio de Sá e trabalhei no jornal Notícias do Dia, a minha casa entre 2009 e 2016, entre indas e vindas. Escrevia sobre esportes no impresso, mas sou apaixonado por música, a melhor invenção do homem.

Um comentário

  1. Tô pra.ver uma galerinha mais antenada no som atual, voz absurda, composição super bem estruturada com partes bem definidas, melodias que perguntam e respondem coerentemente, A B C .. tudo bem feito. parabéns. e a gravação, a parte que nos toca, altax vibess bjs meninas!!!

DEIXE UM COMENTÁRIO.

Your email address will not be published. Required fields are marked *