marcoliva-rifferama

Marcoliva valoriza a poesia e as parcerias em “Cara a cara”

O Rifferama tem o apoio cultural de 30 Por Segundo, Habrok Music, Mini Kalzone e Orquestra de Baterias

Contribua


“Cara a cara”, primeiro EP do multiartista (por necessidade) Marcoliva, tem um conceito interessante por trás de toda a equipe que participou da sua produção. O material, lançado no último domingo (5) nas plataformas digitais, é inspirado no termo japonês Ichigo ichie, que pode ser traduzido como “uma vez, um encontro”. Melhor ainda, nas palavras do músico, “Cara a cara é como se fosse meu primeiro, meu último e meu único trabalho. O fiz com toda a minha alma. É um trabalho que representa uma vida inteira e se reúne com tantas parcerias”, afirmou Marcoliva, que tem cinco álbuns gravados ao lado da cantora, compositora e bailarina Tatiana Cobbett, hoje vivendo em Portugal.

Produzido com a participação de mais de 20 pessoas, das letras aos músicos envolvidos, passando pela parte gráfica e audiovisual (cinco das seis canções ganharam videoclipes), o primeiro EP de Marcoliva como artista solo valoriza a poesia. Os arranjos conduzidos pelo baixista Rafael Calegari são econômicos e as faixas não rompem a barreira dos três minutos. Além de cantor e compositor, Marcoliva tem três livros publicados, já fez teatro, trabalhou com contação de histórias e atualmente se dedica, também, ao ateliê de cerâmica Via Arte, em Florianópolis. Em contato com o Rifferama, o cantautor falou sobre o conceito de “Cara a cara”.

— O “Cara a cara” tinha essa ideia de ser um trabalho sucinto, de valorizar o texto. Todas as músicas são curtas, as pessoas têm menos tempo e muito mais conteúdo hoje, já não faz muito sentido ter uma música de sete minutos. Essa síntese foi norteador para o trabalho, reunir a poesia, não tem repetição de letra. Apresentou a canção, é isso aí. Esse conceito de parceria, de amizade, íntimo, é fundamental no meu trabalho. “Cara a cara” é olhar a si, olhar o outro e, no outro, ver a si mesmo. A importância de cada momento e cada relação, esse desejo de estar cara a cara. 

Ficha técnica

Marcoliva: Voz, composição e concepção
Rafael Calegari: Produção musical e baixo
Alexandre Damaria: Percussão
Rodrigo Campos: Percussão
Rafael Meksenas: Guitarra
Lacerda Music Studio: Captação voz
Angie Gastambide: Preparação vocal
Participações vocais: Silvia Abelin, Aline Maciel, Angie Gastambide e Cristal Saraiva
Café Maestro Produções: Mixagem e masterização
Claudia Aguiyrre: Direção criativa
Guto Campos: Fotografia
Natalia Seeger: Figurino
Eduardo Krziminski: Design
Assessoria de Imprensa: Dfato Comunicação, Letícia Kapper (Alecrim Conteúdo) e Claudio Schuster
Produção Executiva: Davi Tekle

Foto: Guto Campos

Daniel Silva é jornalista e editor do portal Rifferama, site criado em 2013 para documentar a produção musical de Santa Catarina. Já atuou na área cultural na administração pública, em assessoria de comunicação para bandas/artistas e festivais, na produção de eventos e cobriu shows nacionais e internacionais como repórter de jornal.

DEIXE UM COMENTÁRIO.

Your email address will not be published. Required fields are marked *